Consumidor, um co-produtor

Quem pensa que o consumidor dos dias de hoje é o mesmo que há uma década atrás está um pouco perdido.

Ser consumidor já não significa ser apenas aquele que consome, um receptor anónimo e passivo. O consumidor dos nossos dias deve ser visto como um parceiro, um colaborador que dá ideias para que o nosso produto/serviço responda melhor às suas necessidades, e, consequentemente, se destaque da concorrência.

Estabelecer uma relação de parceria com o seu target contribui para uma situação “win-win”, já que, entre outras vantagens, favorece o compromisso (engagement) do seu público para com a marca; impulsiona o desejado fenómeno passa palavra (positivo); permite conhecer melhor o seu público-alvo; aumenta a satisfação deste último; incentiva a comunicação bilateral; cria maior interesse pelos produtos/serviços prestados pela marca; etc.

As ferramentas do social media constituem um canal idóneo para estabelecer laços de co-produção antes, durante e depois do desenvolvimento do novo produto/serviço, já que possibilitam a partilha de ideias de forma fácil, imediata e com a garantia de que está a falar com o seu público.

Esta filosofia de estar/agir com o consumidor tem já sido posta em prática por algumas companhias. A título de exemplo, a Proctor&Gamble tem encorajado as mães a divulgarem ideias sobre os seus produtos e conceitos. As invenções mais inovadoras (e de preferência testadas com bons resultados) são postas em prática.

Já consultou o seu co-produtor?

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s