A era do mobile marketing

Todos os dias, cada vez mais cibernautas usam o telemóvel para realizar procuras de informação online, ler notícias, encontrar direcções, assistir a vídeos, usar a rede social e investigar produtos ou comparar preços. De acordo com uma previsão da Wireless Intelligence, espera-se que no final do ano de 2011 o número total de conexões globais móveis ultrapasse os seis bilhões. Nos EUA, por exemplo, o tempo médio passado com os telemóveis é já de uma hora e cinco minutos por dia, contra os 44 minutos dedicados às publicações em papel (Meios e Publicidade).

Por essa razão o telemóvel está-se a tornar num canal idóneo para o estabelecimento de interacção (de engagement) entre a marca e o público-alvo e para fins comerciais. Segundo dados da Google, 79% dos usuários de smartphones já usou os seus telemóveis para ajudar a fazer compras, sendo que desse número 74% fez efectivamente compras. Uma pesquisa da Enders Analysis revela ainda que no Reino Unido 1 em cada 4 usuários de smartphones está exposto a publicidade móvel.

Contudo, a Google revela igualmente que apenas 21% dos principais anunciantes do mundo tem páginas optimizadas para formato móvel, o que levanta a questão se a actual experiência mobile do site tem sido positiva para o usuário.

Eis algumas sugestões a ter em conta aquando da construção da sua estratégia mobile:

– Importa saber de antemão a quem se dirige, o que pretende alcancar e como poderá usar a publicidade móvel como parte integrante da sua oferta aos clientes. Não se trata de acrescentar, mas de integrar na sua estratégia de modo a ser efectiva.

– Em seguida, decida qual será o seu “unique selling proposition”. Isto é, o que é que o vai diferenciar do resto da concorrência.

– Tenha em conta, por exemplo, os hábitos de uso: os usuários tendem a ser mais activos durante os períodos de almoço, noite e no fim-de-semana, quando não estão ligados a um computador.

– Não esquecer de que não se trata de encher o telemóvel com publicidade indesejada. Há que saber introduzir-se de forma discreta (no sentido de não ser imposta, mas sim desejada) e estratégica.

– Finalmente, faça uso da evolução das novas tecnologias que permite aos seus anúncios assumirem neste canal várias formas, como música, vídeo e “application downloader”.

Se estiver interessado em obter mais informações sobre este novo canal e como o aplicar, dê uma olhadela neste post!

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s