Páginas web móveis ou apps?

Finalmente decidiu investir no mobile marketing, mas está na dúvida se deve apostar numa página web a ser usada no formato móvel ou num app (aplicação móvel) – é a “one million dollar question”.

Um website móvel é semelhante a qualquer outro site, no sentido de ser baseado nas páginas de navegação HTML que estão ligadas entre si e acessíveis pela Internet (nas redes móveis com acesso a WiFi, ou que sejam da 3G ou 4G). A principal diferença está no facto de ser visualizado numa ecrã mais pequeno e portátil.

Por sua vez, os apps consistem em aplicações instaladas no telemóvel (ou tablet) e que por isso não requerem o uso de páginas web, sendo obtidas em portais específicos, como na Apple App Store, Android Market ou BlackBerry App World. De um modo geral, o app pode recolher o conteúdo e os dados a partir da Internet, tal como qualquer outro site, ou pode fazer o download do conteúdo no momento da instalação, para que possa ser acedido mais tarde sem ser necessária a conexão com a Internet.

Eis uma lista dos prós e contras em relação a cada formato que poderá ajudá-lo na sua escolha:

web mobilePáginas web móveis:

Comparativamente com os apps, uma página web para dispositivos móveis poderá ser uma solução mais barata, já que existem sites que convertem automaticamente a sua página web num formato móvel.

Tal como qualquer outro site, o web móvel pode conter texto, imagens e vídeos. Porém, visualmente este formato tende a ser mais aborrecido, no sentido de ser menos interactivo do que um app.

Do ponto de vista do consumidor, uma das vantagens é que permite o acesso imediato à informação (não sendo necessário fazer o download do conteúdo como ocorre com os apps), através de qualquer motor de busca, e pode ainda ser combinado com funcionalidades móveis específicas como o click-to-call ou o mapeamento com base na localização (location-based mapping).

Este tipo de páginas está também acessível em qualquer tipo de dispositivo móvel (seja num BlackBerry ou iPhone, por exemplo), enquanto que os apps são desenvolvidos especificamente para determinados dispositivos. Para além disso, as URLs de sites móveis integram-se facilmente dentro de outras tecnologias móveis, como sms e QR Codes.

A flexibilidade em actualizar o conteúdo ou design é outra vantagem que esta opção oferece, já que para actualizar um app é necessário que as actualizações sejam enviadas para os utilizadores, e que por sua vez estes façam o respectivo download.

Os websites móveis são ainda facilmente partilhados ou divulgados (por exemplo, via e-mail, sms ou pelas redes sociais online) entre os utilizadores através de um simples link.

Finalmente, se vai optar por construir um website móvel, tenha em conta os conhecidos problemas que o programa Flash tem dado com alguns telemóveis como por exemplo o iPhone.


appsApps (aplicações móveis)
:

Alguns dos pontos fortes dos apps consistem no facto de poderem ser visualmente mais ricos do que as páginas web móveis e, como já foram baixados, nem sempre requerem acesso à Internet. Um app constitui ainda uma opção acertada quando pretende apostar na interactividade (como no caso dos jogos), ou quando é esperado um uso regular ou personalizado (como acontece com o EverNote).

Porém, desenvolver um app poderá ser mais caro do que um website móvel, devido aos custos relacionados com os upgrades, testes, problemas de compatibilidade e o próprio desenvolvimento.

A outra desvantagem relaciona-se com a necessidade de previamente ser capaz de convencer o seu público-alvo a fazer o download da aplicação e depois convencê-lo a usar, preferencialmente de forma frequente.

Para além disso, importa lembrar que a média de vida útil de um aplicativo é curta, menos de 30 dias de acordo com alguns estudos, a menos que o seu app seja verdadeiramente original e/ou útil (preferivelmente, ambos).

Para concluir, outra vantagem que os apps trazem para o seu negócio consiste na capacidade de dar aos seus clientes ou consumidores experiências novas e, quando bem executados, memoráveis. Eis alguns exemplos bem sucedidos:

Como em qualquer outro projecto o principal objectivo é obter rentabilidade e, consequentemente, evitar custos desnecessários. Nesse sentido, não vale a pena fazer um app se acha que consegue obter o mesmo resultado com um web móvel. Contudo, se a sua intenção é destacar-se da concorrência a nível sensorial, aposte em experiências novas que poderão mais facilmente contribuir para o passa-palavra do que um simples site.

Até pode acontecer optar por adoptar ambos os canais, mas de um modo geral um web site móvel deve ser considerado como o primeiro passo no desenvolvimento de uma presença móvel, enquanto que um app é idóneo para um propósito específico.

Em suma, a decisão passa por perceber antecipadamente em que posição está e onde quer estar, isto é, quais são os seus objectivos.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s