A verdade sobre o uso do email marketing

Para obter rentabilidade com a utilização das ferramentas social media não basta aplicá-las de forma indiscriminada nas estratégias comunicativas, há que pensar e planificar o seu uso. Esta parece ser uma receita simples de entender, mas na realidade pouco aplicada.

Um estudo recente da Emailvision revela que 89,2% dos profissionais de marketing online europeus acredita que a importância do email na sua estratégia global de marketing é igual ou superior em relação há dois anos. Mais, que 97% defende ainda que é importante enviar campanhas de email segmentadas e personalizadas, não obstante apenas 20% o faz em todas as suas campanhas. Para além disso, 85% dos marketers admite ainda não estar a aproveitar a sua base de dados de clientes.

Este estudo foi realizado a mais de 700 profissionais de 10 países (Reino Unido, Estados Unidos, França, Alemanha, Espanha, Itália, Bélgica, Holanda, Escandinávia e Suíça) que trabalham em empresas de diversos tamanhos e de vários sectores industriais.

10 regras para uma campanha email marketing

De acordo com o relatório da Pew Research (http://pewinternet.org/Reports/2011/Search-and-email.aspx), desde 2002 que a procura de informação e o uso do email têm sido as actividades Web mais populares nos Estados Unidos.

Estes dados sugerem que o uso de campanhas email marketing é ainda uma forma viável de comunicar com o nosso público. Mas para que tal suceda há que ter em consideração que este tipo de campanha não se resume a um simples envio de email. Há regras que devem ser tidas em conta antes, tais como:

  1. É importante perceber que o primeiro impacto é determinante. Por essa razão, o assunto deve despertar interesse, o endereço deve ser de confiança e o conteúdo, uma mistura de texto e gráficos/imagens, deve atrair o olhar do leitor.
  2. O email marketing deverá reflectir o design corporativo e integrar-se de forma coerente na estratégia global de marketing.
  3. Outro aspecto relevante consiste na consideração pela preferência do usuário quanto à sua frequência.
  4. Evite enviar emails durante as férias. Nessa altura as pessoas consultam o seu email com menos regularidade, e quando regressam, devido ao número excessivo de emails por abrir, tendem a eliminar aqueles que não parecem ser importantes.
  5. Conte uma história – a chave para qualquer estratégia de marketing bem sucedida.
  6. Personalize o email (de preferência não só com o nome do receptor).
  7. Solicite permissão para enviar o email. Uma das formas mais eficazes em obter permissão é ter os seus clientes/fãs a pedir aos seus contactos para que se inscrevam.
  8. Use sempre uma dupla confirmação opt-in. Isto é, depois de o visitante colocar o seu endereço electrónico para receber informações, receberá um email que pede para que confirme a subscrição na mailing list.
  9. Não se esqueça do opt-out. É preferível que os seus visitantes cancelem a subscrição (procedimento que deve ser simples e intuitivo) do que categorizarem o seu email como spam.
  10. Solicite e torne possível o feedback. Não só fomenta a interacção entre ambas partes, como estimula a reflexão sobre o tema do email.